OXOSSI E CABOCLOS - Pontos


Oxóssi
(Congo de Ouro)
É Zambi quem governa o mundo, Só Zambi sabe governar; É Zambi quem clareia as estrelas Ilumina Oxóssi lá no Juremá; É Zambi quem clareia as estrelas Ilumina Oxóssi lá no Juremá; Okê, meus caboclos, okê Okê, meus caboclos, okê Okê, meus caboclos, okê Okê, meus caboclos, okê
==========================================
(Angola)
Eu vou, sarava seu Oxóssi lá no Juremá. Ele é quem manda, ele é o dono das matas; Poderoso Orixá na lei da Umbanda; (bis) Senhor Oxóssi Lá nas matas da Jurema Confirmou seu diadema que Oxalá lhe ofertou Flecha de Ouro e a coroa que é de rei é cacique na Jurema a Umbanda confirma a Lei (bis)
==========================================
(Angola) Ponto Caboclo Folha seca
Eu sou folha seca, oh, paranga eu sou do conga, oh, paranga; Eu sou folha seca, oh, paranga vim do Juremá; Eu sou das maatas oh que mata é a sua? Onde pia a cobra o sabiá e clareia a lua; Eu sou das maatas oi que mata é a sua? Onde pia a cobra o sabiá e clareia a lua;
Caboclo Tupyara
Enquanto a lua brilhar, enquanto o sol nascer, enquanto o vento soprar Tupyara sai da macaia para nos proteger. Enquanto a lua brilhar enquanto o sol nascer enquanto o vento soprar Tupyara sai da macaia para nos proteger. Mas sua flecha deixa um rastro de bondade Quando chega no terreiro, traz a caridade. Pelo vento que sopra La na Serra Sarava todos os caboclos Tupyara esta em terra.
==========================================
(Congo)
Estrela (d´Alva), estrela divina Estrela guia que nos ilumina Estrela d´Alva, estrela divina Estrela guia que nos ilumina Ilumina o céu Ilumina as maatas Ilumina a aldeia de Oxóssi Força divina (bis)
========================
(Angola)
Olha as folhas da Jurema, estão caindo, estão caindo enfeitando este conga; Olha as folhas da Jurema, estão caindo, estão caindo enfeitando este conga; Jurema cabocla linda, Jurema da pele morena, Jurema do saiote de penas; Vem dançar neste terreiro, vem dançar neste terreiro saravando Oxalá; Vem dançar neste terreiro, vem dançar neste terreiro saravando Oxalá; Vem La das matas onde fez sua morada No seu penacho tem penas de varias cores Penas vermelhas porque ela já foi guerreira Tem penas verdes porque Oxóssi é seu pai Tem pena azul que representa as forças d´água Tem penas brancas pra representar a paz Jurema ê, Jurema â Cabocla linda vem dançar neste conga; Jurema ê, Jurema â Cabocla linda vem dançar neste conga. O seu penacho tem penas de várias cores tem pena verde porque Oxossi é seu Pai Pena vermelha porque ela já foi rainha, tem pena azul que representa as forças D’Água e Pena branca pra representar a paz
==========================================
Caboclo da mata virgem
Da mata cerrada, lá da Juremá
Quem manda na mata é Oxóssi
Quem manda no Céu é Oxalá
Rê, rê, rê, Caboclo
Quero ver girar
Quero ver Caboclo
Na Umbanda arriar
========================================
Toque: Ijexá
Ele deixou suas matas e o mar de Iemanjá, trouxe paz a esta casa refloresceu nosso Congá Brados verdes se estendem Com o brilho do luar Salve, salve Jataí Nós queremos te saudar Vem com a força de Oxóssi traz a paz de Iemanjá Salve, salve Jataí Salve a força de Oxalá
==========================================
Ijexá
A chuva fina que cai do alto Sem deixar a mata escurecer Pois na bravura de um guerreiro Deixa as estrelas aparecer Estrelas brilham no infinito Brilho nas folhas a refletir Na imensidão de sua força Jubiabá já está aqui Humildemente traz a força Humildemente traz a paz Nós de joelhos te saudamos Salve o guerreiro Jubiabá Salve as matas Salve Oxóssi Salve o sol Salve o luar Salve as estrelas que saúdam
O guerreiro Jubiabá
(Nagô)
O seu ponto é bem seguro é duro de bambear os caboclos vão embora na fé de pai Oxalá O seu ponto é bem seguro é duro de bambear os caboclos vão embora na fé de pai Oxalá Oh…..eles vão girar Oh…..eles vão girar Saudando Oxóssi e meu pai Oxalá Saudando Oxóssi e meu pai Oxalá
==========================================
(Angola)
Caboclo vai embora pra cidade da Jurema Oxalá tá te chamando na cidade da Jurema Ele vai ser coroado Na cidade da Jurema Com a coroa de aieieo…
==========================================
(Angola)
(Angola) É madrugada a sucuri piou quando vem rompendo aurora os caboclos desta banda dão adeus e vão-se embora É madrugada a sucuri piou quando vem rompendo aurora os caboclos desta banda dão adeus e vão-se embora É madrugada Olelê… olalá… os Caboclos vão embora Olelê… olalá…eles vão tornam a voltar É madrugada
==========================================
(Angola)
A sua mata é longe e ele vai embora Ele vai beirando o rio azul Adeus umbanda adeus Caboclo, ele vai embora Ele vai beirando o rio azul
==========================================
(Congo de Ouro)
Mais um adeus, aleluia adeus;
Mais um adeus, aleluia adeus; Vou pra Aruanda quem vai se embora sou eu;
Vou pra Aruanda quem vai se embora sou eu; Eu já vou, já vou, eu já vou pra lá; Oxalá me chama eu já vou me retirar; Eu já vou, já vou, eu já vou pra lá; Oxalá me chama eu já vou me retirar.