Oxóssi


Oxossi – O Conhecimento
“Meu Pai Oxossi, vós que recebestes de Oxalá o domínio das Matas, de onde tiramos o oxigênio necessário à manutenção de nossas vidas”.

Inundai meu corpo com vossa energia curando meus males.

Vós, que sois protetor dos Caboclos, dai-lhes a vossa força, para que possam me transmitir toda pujança e a coragem necessária para suportar as dificuldades a serem superadas.

Dai-me paciência, paz de espírito e tranqüilidade para superar todas as ingratidões e calúnias.

Dai-me a sabedoria necessária para transmitir uma palavra de alento e conforto a todos aqueles que estejam sofrendo as enfermidades e aflições deste mundo. Dai-me vossa proteção através de seus Caboclos, que num gesto de humildade, baixam até nós, trazendo toda vossa vibração. Okê Caboclo! Sarava Oxossi!”


Quando falamos em natureza, logo nos vem em mente, as matas e as florestas, ou seja, tudo o que é puro e ainda não foi destruído pelas ações do homem, que é um ser racional, mas um predador por excelência. Oxossi é isso, uma essência pura do criador, que atua através do ponto de força da natureza, as matas. A ciência nos revela que as árvores são purificadoras do ar, mas elas também são grandes emissoras de fluidos etéreos vivificantes, que são absorvidos pelos seres vivos através do oxigênio, pela respiração, e isso é Oxossi, a irradiação das energias benéficas das matas que regeneram e purificam toda a vida na crosta Terrestre.
Oxossi também é considerado o Orixá da caça e da fartura, protetor dos caçadores, pois através deste processo de purificação e regeneração do planeta tem como missão garantir a vida dos animais e plantas, para que estes sirvam de alimento aos homens e aos demais animais na cadeia alimentar. Oxossi é o responsável pelo campo de força da natureza, as Matas, seu elemento fundamental é o ar e todos os gases existentes no universo, representado por um aço e uma flecha, sua cor é a verde, seu dia da semana é quinta-feira e sua saudação é “Okê Caboclo”.
Os homens que tem como orixá regente Oxossi se destacam pelo companheirismo e por sua sensibilidade, cultuam a liberdade e são aventureiros, doam o máximo de si em favor do próximo, mas quando se deixam levar pelo ego, se tornam irresponsáveis, vingativos, mesquinhos e miseráveis. Nos rituais da Umbanda existem milhares de falanges que trabalham sob a regência de Oxossi, são nelas que trabalham os Caboclos, entidades que têm a missão de transmitir suas lições e também ser o elo entre o médium e seu Orixá regente.
Os trabalhos que são desenvolvidos sob a regência de Oxossi, são todos doutrinadores, estes espíritos também têm a missão de resgatarem seus irmãos sofredores e ignorantes, e com os ensinamentos e as energias regeneradoras de Oxossi, reequilibram suas energias, curando-os e doutrinando-os, para que depois possam ser encaminhados às linhas de força, para aí cumprirem as missões as quais foram destinados pelo grande Pai e Criador.
Assim podemos observar quão importante é a sua missão, pois quantas entidades se manifestam nos Terreiros como Baianos, Boiadeiros, Marinheiros e Exus que foram doutrinados pelos Caboclos, que são espíritos de alta hierarquia, humildes, simples e nobres. Muitos pensam que os Caboclos são somente espíritos de índios, mas eles são na realidade oriundos de vários povos e regiões, e plasmam esta conformação perispiritual para apresentar a simplicidade desses povos, e pela afinidade com a natureza dos trabalhos que são realizados.
Se as outras religiões o quisessem poderiam aprender muito com os Rituais Sagrados da Umbanda, que pelos ensinamentos de Oxossi nos ensinam a reverenciar toda a criação Divina e que através da Caridade podemos auxiliar e reequilibrar as pessoas. Caridade esta que não tem preço e nem recompensas materiais, e não se implica na conversão religiosa das pessoas, pois pouco importa para nós Umbandistas sua Raça, seu Credo, ou sua Origem, o que realmente importa é o motivo que as trazem aqui, a sua Fé e a vontade de querer melhorar-se, isto sim é algo que todos deveríamos saber, para assim podermos respeitar a Umbanda e seus Rituais Sagrados. Com isso desejamos sempre que Oxossi através de seus caboclos, que atuam espalhados pelas sete linhas de força da Umbanda com humildade e harmonia com os reinos elementares da natureza, possam estar sempre nos orientando e absorvendo as cargas negativas de nosso corpo carnal e espiritual, para que com isso possamos melhor caminhar rumo aos objetivos que o grande Doador e Criador, Olorum, nos propõe.
O conhecimento é um dos alicerces básicos para continuarmos ou começarmos a nossa evolução, seja material, espiritual ou em qualquer realidade divina. Nós o adquirimos com os fatos que acontecem em nossa vida, segundo o nosso merecimento e o nosso grau de evolução. Com sabedoria ou com sofrimento aprendemos a usá-lo de maneira correta e, quanto mais aptos estivermos e mais o tenhamos adquirido, mais e mais conhecimentos vão se abrindo para nós e, assim, sucessivamente. Olorum conhece a todos os seres e criaturas da Sua Criação e se manifesta no Conhecimento, através do Orixá Oxossi.
Com ele aprendemos que a Criação Divina se estende a todos os seres, a todas as criaturas e a todas as realidades de Deus e adquirimos o respeito por tudo. Somos uma criação do “Sopro Divino”, que nos gerou e nos exteriorizou segundo a Sua imagem e semelhança, com raciocínio e discernimento, para adquirirmos consciência através desse conhecimento e podermos evoluir. Muitas vezes, sentimos um vazio dentro de nós e nada do que procuramos adianta para preenchê-lo. Mas, se nos deparamos com uma Religião completa em si mesma, como é a Umbanda, se nosso interesse é despertado e começamos a estudá-la profundamente, abre-se para nós um leque tão grande de conhecimento acerca de toda a Criação, que em pouco tempo estaremos incorporados a essa nova realidade e aquele vazio será preenchido.
Mas se usarmos esse conhecimento para o lado errado das coisas, seremos paralisados em nossa evolução e, até que não transmutemos o que foi aprendido, não estaremos liberados pelas Divindades para aprender novas coisas. O conhecimento-amor é uma conquista que buscamos exteriormente, mas temos que nos voltar para dentro de nós à procura da verdade. Ele pertence a cada pessoa; cada um o percebe de um modo e ele não pode ser tomado como parâmetro coletivo.
Da mesma forma, ninguém conseguirá tirar ou fazer com que o percamos. Quando estivermos aptos a receber e a manifestar conhecimento, passaremos a ter diretamente e a todo o momento o amparo e a irradiação divina de Pai Oxossi, que estará atuando em nós e a partir de nós, tornando-nos seus semeadores.
Pai Oxossi é em si mesmo o conhecimento Divino que ensina todas as pessoas a se conhecerem, através do nosso Divino Criador. É o Orixá que irradia essa qualidade o tempo todo e é em si mesmo a onisciência de Deus. Orixá Oxossi é o mistério Doutrinador por excelência e faz com que busquemos a compreensão e a fixação do saber. Oxo significa caçador. Ossi significa noturno. Logo, Oxossi é o caçador noturno.
É o orixá caçador que caça e busca o conhecimento, que leva as pessoas ao saber ordenado e sem desvirtuamento das doutrinas divinas. Ele é o orixá que traz o alimento da fé e do saber religioso, tanto para os espíritos menos iluminados quanto para os iluminados. Quando Oxossi atira sua flecha, ele não erra o alvo e traz em sua ponta o conhecimento doutrinário necessário para não haver estagnação e paralisação mental das pessoas.
Ele irradia duas linhas de ação: uma estimula o ser a buscar o conhecimento e a outra o estimula a usar o que já sabe em beneficio das pessoas, da coletividade. Quando uma pessoa não está desvirtuando um conhecimento adquirido e o transmite sabiamente para outros, Oxossi irradia sobre ela, que adquire um raciocínio hábil, expandido suas faculdades, aguçando o seu raciocínio, fazendo com que busque o entendimento das coisas de uma forma racional, usando sempre o bom senso para discernir o certo do errado.
Oxossi está na fé e no Amor, pois nos estimula a conhecermos as coisas do Amor, aprendermos a amar o próximo e a nós mesmos. Oxossi está na Justiça, pois busca o conhecimento correto sobre a Justiça Divina, que põe em equilíbrio e harmonia a criação e todos os seres e criaturas. Oxossi está na Lei, pois a Lei sem seu conhecimento reto e ordenador seria a desordem, o caos total. Basta sairmos do conhecimento reto da Lei para sermos “cortados e anulados” por ela, que irá nos reconduzir novamente ao conhecimento Divino correto e racional, para retomarmos nossa evolução. Oxossi está na Evolução, pois se estivermos paralisados em nossa evolução, ele nos direciona e conduz ao correto conhecimento, para que retomemos a direção do nosso aprendizado e evolução. Oxossi está na Geração, pois, a partir do mental das pessoas, atua na abertura e na geração de novos conceitos, caminhos e buscas para o conhecimento correto de Deus e de Sua Criação. Oxossi é a Divindade que tem o grau de Guardião dos mistérios da natureza. É vegetal, de magnetismo irradiante e guardião dos segredos medicinais das folhas.
A irradiação de Oxossi é uma vibração curadora, pois atua no mental dos seres, saturando-os com sua essência e energia vegetal, curando as doenças emocionais e os desequilíbrios energéticos que se expressam no corpo material. Enfim, Oxossi é o doutrinador natural que esclarece os seres e a partir do conhecimento divino os vai religando a Deus e a toda a sua Criação.
Por ser o Conhecimento que está em tudo e em todos, é tido como a Divindade que aguça o raciocínio e esclarece e expande as faculdades mentais, ligadas ao aprendizado dos ensinamentos, principalmente do religioso, estimulando-os a buscar Deus sem fanatismo ou emotividade, mas com conhecimento racional e fé.


CorVerde (No Candomblé: Azul Celeste Claro)
Fio de ContasVerde Leitosas, (porcelana ou cristal) (Azul Turquesa, Azul Claro)
ErvasAlecrim, Guiné, Vence Demanda, Abre Caminho, Peregum (verde), Taioba, Espinheira Santa, Jurema, Jureminha, Mangueira, Desata Nó. (Erva de Oxossi, Erva da Jurema, Alfavaca, Caiçara, Eucalipto)
SímboloOfá (arco e flecha).
Pontos da NaturezaMatas
PedrasEsmeralda, Amazonita. (Turquesa, Quartzo Verde, Calcita Verde)
Dia da SemanaQuinta-feira
SaudaçãoOkê Arô (Odé Kokê Maior)
Data Comemorativa20 janeiro
Sincretismo:S. Sebastião.
Qualidades:Êboalama, Orè, Inlé ou Erinlè, Fayemi, Ondun, Asunara, Apala, Agbandada, Owala, Kusi, Ibuanun, Olumeye, Akanbi, Alapade, Mutalambo