A formação


A forma geométrica perfeita das pirâmides reproduz com exatidão as leis físicas dos cristais e canaliza energia Universal de alta freqüência para o planeta. Atualmente, cristais de rubi, naturais ou sintéticos, são aplicados em aparelhos de laser para cirurgias microscópicas.

A maioria das pedras é formada por minerais, com poucas exceções como, por exemplo, o âmbar, os corais, as pérolas.
                                                                        
Os minerais podem ser formados de várias maneiras. Alguns têm sua origem no magma e gases ígneos do interior da Terra, ou em correntes de lava vulcânica que alcança a superfície terrestre (minerais magmáticos). Outros cristalizam de soluções aquosas ou crescem com o auxílio de organismos sobre ou perto da superfície terrestre (minerais sedimentários). Finalmente, certos minerais são formados pela recristalização de minerais já existentes, sob grande pressão e altas temperaturas nas regiões mais inferiores da crosta terrestre (minerais metamórficos).
Quase todos os minerais crescem em determinadas formas cristalizadas, isto é, eles são corpos homogêneos com um retículo regular de átomos, íons e moléculas. São arranjados geometricamente e seus contornos externos são limitados principalmente por superfícies lisas (faces).